Sem categoria

Portuários de Março

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/9REUr

Aconteceu último sábado mais uma edição do Portuários. Foram realizadas 9 lutas preliminares, e 2 principais, onde tivemos os dois melhores 57kg do Brasil em ação, Francisco Mairon contra Williames Alves e Manoel Messias contra Leandro Batatinha.

Nas preliminares vale ressaltar a presença do atual campeão do Thai Kids João Jesus. O paulista da Team Furia veio clinchando forte durante toda a luta, e o lutador da casa, Caio Gonçalves, não conseguiu lidar com o forte volume de joelhadas. 

A luta da noite ficou por conta de Mario Bonot, atleta da Carioca Thai que sempre traz luta boa com seu estilo agressivo. Após ter sido finalista no prêmio luta do ano 2016, o atleta de Sorocaba fez outra guerra, dessa vez contra o também agressivo Gabriel Lenhador da CTC.

Os dois se bateram do começo ao fim e Lenhador levou vantagem na primeira metade do combate, conseguindo uma boa cotovelada frontal que cortou Bonot com cotoveleira e tudo. Jogaram socos na força máxima, vários cruzados passaram próximos do alvo, mas Bonot acelerou na metade do R3, e usando a velha conhecida força bruta, fez Lenhador andar para trás, virou a luta, e garantiu a vitória por pontos. 

Mario Bonot comemorando mais uma vitória

No co-main event tivemos Francisco Mairon, contra o alto Williames Alves. Destemido, o atleta da Black  Phanters foi para cima do melhor lutador de 2016, e definitivamente não mostrou nenhum respeito ou medo. Abusando das cotoveladas fez Mairon se perder e errar muitos chutes.

Williames conseguiu uma boa cotovelada frontal que cortou Mairon no início da luta, mas o campeão não se abalou, e começou a conectar potentes chutes nos braços adversário, praticamente 20cm mais alto. Williames começou a acusar os golpes e Mairon foi chutando até o córner de Williames atirar a toalha para salvar seu atleta.

Williames Alves cortando Francisco Mairon

Na luta principal o local Manoel Messias não teve muito trabalho e venceu Leandro Batatinha por pontos. Mais experiente, Messias dominou toda a luta, conseguiu machucar as pernas durante os primeiros rounds, e ficou apenas administrando a segunda metade da luta. Batatinha cansou, e mesmo assim conseguiu acertar alguns bons socos no final do R4, mas nada que abalasse Messias.

Messias acertando Batatinha antes da queda

RESULTADOS COMPLETOS:
Portuários Stadium, Santos
Sábado, 11 de março de 2017

Preliminares
James Belai (Fabiana Belai) venceu Lucas Lima (Team Brave) por pontos
Murilo Franco (CTC) venceu Jonathan Gohan (Golden Tiger) por KO no R4
Jefferson Araújo (Fênix Team) venceu Artur (Titans Baixada) por pontos
João Jesus (Team Fúria) venceu Caio Gonçalves (013 MT) por pontos
Ítalo Cebola (Golden Tiger) venceu Pedro Bully (Team Brave) por pontos
Emerson Apache (Fabiana Belai) venceu Carlos Miranda (Predator Team) por pontos
Elias Ganso (013 MT) venceu Everton Branco (Fênix Team) por KO no R1
Mário Bonot (Carioca Thai) venceu Gabriel Lenhador (CTC) por pontos
Lucas Predador (Golden Tiger) venceu Patrick Amatha (Team Amatha) por TKO no R3

Lutas Principais
Francisco Mairon (Bravo Team) venceu Willames Alves (Black Panthers) por TKO no R4
Manoel Messias (013 MT) venceu Leandro Batatinha (Hatta MT) por pontos

Segue lá

Leo Monteiro

Escrevendo, fotografando, filmando, editando, promovendo e fazendo esse tal de muaythai chegar ao próximo nível.
Leo Monteiro
Segue lá
Vire Caveira

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *