Colunas Dica do Cazolari Especiais

Parte 1: Duelo de estilos, o muaykhao e o muaymat

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/j1BqD

No último texto falei um pouco sobre como características físicas interferem na forma de lutar de um atleta, mais especificamente atletas altos e/ou canhotos. E recebi algumas mensagens pedindo para fazer um sobre os estilos de lutadores. Vou tentar expor um pouco o que são, suas diferenças e características. 

Cada estilo recebe uma nomenclatura e como tudo que é descoberto recentemente no Brasil acaba virando moda e não sabemos muito como lidar.

Para quem não está entendendo nada do que estou dizendo vamos começar do início. Mas pelo amor de Deus não me venham com estilo Holandês, Europeu, Baiano ou o absurdo que for. Não são estilos de Muaythai. Muaythai é um só e a regra é a mesma para todos! O que existem são estilos de lutadores, características diferentes de se jogar o Muaythai e buscar a vitória dentro de uma luta.

Ao meu ver, e isso é uma OPINIÃO minha, basicamente existem quatro vertentes: Khao, Fimeau, Mat, Deun [Pronuncia-se dããn] que são realmente maneiras diferentes de se lutar. 

Alguns falam de outros estilos que é legal comentar como Muay Kwai [Na tradução literal algo como lutador burro] que seria nosso MuayMaloca, mas considero esse mais uma característica do que um estilo, pode ser um MuayDeun ou um MuayMat sem muita técnica, impulsionado pelo coração e vontade.

Também fala-se em MuaySok por exemplo, que seria um perito em cotovelos, mas pensa bem, ninguém vai desenvolver uma luta toda apenas em função dos cotovelos. Vejo esse caso como um lutador que quando enfrentá-lo deve-se tomar um cuidado maior com isso, e pára por aí, não é um jeito de lutar. Se for assim daqui a pouco teremos o MuayTsai que é o cara que chute bem de esquerda, MuayDireto e assim por diante.

Para entender melhor vamos primeiro passar algumas características de cada segmento. 

MUAYKHAO: Que aqui no Brasil virou moda. Se perguntarem para alguns o que querem ser quando crescer irão responder Muaykhao. Mas brincadeiras à parte, esse estilo é daquele atleta que pega de joelho, clincha, está sempre colado no adversário. Famoso carrapato, não te solta não deixa respirar, te sufoca até pedir para sair. 

É um lutador que tem muita força nas pegadas, uma base no clinche bem firme e muito gás, já que tem que manter esse ritmo forte e crescente durante a luta. Ritmo intenso, cada round mais forte que o anterior são características desses lutadores.

Existem diferentes formas de clinchar, uns lutam agarrado sempre buscando pescoço, travando as locks e comendo no joelho, outros utilizam um clinche mais solto com pegadas no braço facilitando o uso dos cotovelos e joelhos retos. Mas sempre pressionando os adversários.

Tão importante quanto saber clinchar é saber como chegar nessa posição. A luta começa solta, você deve achar o caminho para se chegar no clinche. Vejo muitos atletas se jogando de qualquer jeito para agarrar ficando expostos ou ainda andando para frente o tempo todo, mas sem achar nada só recebendo mão e bica nos braços.

Deve saber se defender, ter uma guarda boa para não receber golpes na entrada. Andar para frente marchando levantando os joelhos afim de bloquear e sempre em contato com o adversario utilizando principalmente teeps na coxa e cintura e jabs, até achar o espaço e conseguir clinchar. Ou ainda desenvolver um jogo para essa entrada, seja boxeador, chutando ou o que te ajude a chegar. 

Uma vez dentro, valorize, deve conseguir se manter, estabilizar a posição, buscar melhores pegadas e TRABALHAR para que tenha ação e o árbitro não intervenha.

Exemplos de lutadores: Petchboonchu, Yodvicha, Pokew.

MUAYMAT: Pensando em Brasil, onde o Muaythai é relativamente recente, já que antes lutávamos outra coisa com muita influência do kickboxing. Esse estilo é o primeiro estágio da mudança, o que se assemelha mais ao que fazíamos. Lógico que mesmo assim muitas coisas devem ser adaptadas tendo como base principal a regra.

Mudanças na postura, movimentação, volume de golpes, intenção dos golpes, etc diferem bastante, mas para quem busca a transição esse seria um jogo mais próximo e de mais fácil adaptação. 

São lutadores de força que utilizam principalmente muito o boxe e low kicks. Em sua maioria não são lutadores muito técnicos ou pelo menos limitados em relação ao conjunto de técnicas, gostam mesmo da quebradeira, porém, compensam essa falta de repertório e raciocínio com a garra e determinação em derrubar seu adversário o que os tornam sempre perigosos. 

Geralmente já começam a luta forte, afim de machucar já no início seus oponentes, pois sabem que se deixarem para lutar do meio para frente a luta pode se tornar complicada já que suas armas não o favorecem na pontuação então buscam sempre um KO durante a luta. Não que um MuayMat não possa ganhar por pontos, não é isso, o que acontece é que socos tem a proteção da luva tornando mais difícil machucar seu oponente, e os low kicks para serem bem vistos devem realmente machucar e fazer com que o adversário demonstre essa contundência. 

Muitas das lutas com um MuayMat envolvido é mata ou morre, ou derruba ou cai, o que tornam combates sempre interessantes de assistir.

Esse tipo de atleta costuma jogar com uma base um pouco mais aberta, o que é fundamental para que seus socos tenham uma maior potência.

Exemplos de lutadores: Pornsanee, Anuwat

Felipe Cazolari escreveu um texto longo sobre os estilos que dividi em 3 partes. Nas primeira e segunda ele aborda os conceitos, tipos de lutadores, elimina alguns tabus. Se ainda há dúvidas do que são os estilos, jogue os nomes desses lutadores no youtube e assista para entender. Pensem como no futebol por exemplo, onde há vários meios de se jogar: goleiro, lateral, volante… ninguém é só lateral direito ou meia, e o melhor jogador é aquele versátil que consegue atuar em mais de uma posição. Boa leitura, e na próxima coluna o muayfimeau e muaydeun.

Segue lá

Felipe Cazolari

Professor de educação física, treinador do ano em 2016, fundador da Warm Up, constrói academia, é casado, e ainda cuida de 3 cachorros. Fale com ele no cazolari@yoksutai.com, ou no facebook aí do lado.
Felipe Cazolari
Segue lá

Últimos posts por Felipe Cazolari (exibir todos)

Vire Caveira

Comments

comments

2 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *