Colunas Dieta de Gorila Especiais

A dieta do Gorila

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/GBAo9

Fala ae rapaziada, me chamo Michael Charuto do Rio de Janeiro, sou treinador chefe da equipe Baan Naksu Muaythai, praticante de mountain bike e vegetariano há 15 anos. Estarei daqui pra frente com vocês com a coluna DIETA DE GORILA tentando esclarecer na medida do possível tudo sobre a alimentação vegetariana. 

Acredito que muita gente ainda tem bastante dúvidas sobre o assunto, outras com conceitos já formados, porém, com muitos mitos engajados. Afinal de contas vivemos em um país onde se tem um costume muito forte no que diz respeito à alimentação “carnívora “, esse costume é tão forte ao ponto da área da saúde condenar muita das vezes as pessoas que optem por uma vida vegetariana, com argumentos de que necessitamos da proteína animal para sobreviver.

Antes de dar continuidade quero deixar logo de início uma informação de grande importância para começarmos a quebra desse mito:

A Escola de Medicina da Universidade de Harvard (EUA) revelou recentemente que substituir a carne por fontes de proteína vegetais aumenta significativamente a expectativa de vida. A pesquisa foi conduzida por Mingyang Song, especialista em estudos nutricionais. O material foi publicado nos periódicos médicos JAMA Internal Medicine e PubMed. A equipe de Mingyang Song analisou dados de saúde e nutrição de 131.342 pessoas em um período de 30 anos.” 

Agora podemos retornar.

Como eu disse, eu, Michael “Charuto”, sou VEGANO há 15 anos e sempre pratiquei esporte, e desde que me tornei vegano (não consome carnes, leite ou ovos) minha saúde melhorou muito. Não que antes tivesse uma saúde ruim mas senti uma melhora após o veganismo, o condicionamento físico então é algo que realmente foi surpreendente do quanto aumentou, baixa imunidade, tá aí uma situação que desconheço.  Os benefícios do veganismo em minha vida foi de fato um sucesso, nunca tive nenhum desconforto, carência de vitaminas, fraqueza ou qualquer um dos sintomas que são citados pela indústria da carne que tenta de todas as formas deturpar a dieta vegetariana.

Agora vamos chegar ao ponto X da questão, o vegetarianismo e o esporte.  

Não é comum ver atletas veganos embora tenham bastantes, apenas não  são divulgados pois não é de interesse nenhum  no mercado alimentício. Porém temos desde atletas de ponta a atletas amadores, em meio aos atletas de ponta estão alguns bastante famosos, como por exemplo, Venus e Serena Williams (tenistas) e Carl Lewis (velocista) que foi medalhista olímpico somando 10 medalhas sendo 9 de ouro e 1 de prata. 

Baseado na afirmação de que necessitamos de proteína para que tenhamos um melhor desempenho muscular (explosão, força, velocidade, etc) dentro do esporte, é  claro e evidente que podemos sim ser vegetarianos, partindo do princípio de  que o reino vegetal é bastante vasto em fontes protéicas, e temos que levar em consideração é claro o resultado de grandes atletas que seguem uma dieta vegana. 

Quero deixar claro que não sou nutricionista e meus textos serão baseado em estudos científicos e  por minha vivência de 15 anos na dieta vegana.

O mundo vegetal é grande no que diz respeito a proteína, pra vocês terem ideia um simples arroz e feijão formam aminoácidos completos, ou seja, proteína. Fazendo uma boa alimentação você sem dúvidas terá um excelente desempenho no esporte em que você pratica, se treinar é claro.

Vou finalizar por aqui e nos textos futuros vamos nos familiarizando um pouco mais nesse Mundo que para muitos é estranho, o Mundo do vegetarianismo e do esporte.

Segue lá

Michael Charuto

Treinador de Muaythai, líder da equipe Baan Naksu, vegano e remando contra a maré no Rio de Janeiro
Michael Charuto
Segue lá
Vire Caveira

Comments

comments

3 comments

  1. Meu Amigo, excelente a coluna, muitas informações úteis serão postadas aqui, e o mais importante com credibilidade. Parabéns!!!!! ….Chok Dee..
    Sawadee Krap!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *