Especiais Notícias

Bahia sobe uma categoria e passa por Bruno Pudim

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/PxpUx

Na quarta edição do Fight For Honor realizado em Itaquera último domingo, o promotor Erik Matos casou boas lutas mas algumas acabaram não acontecendo.

“Tentamos fazer o melhor evento possível, mas o pior dos problemas foi a falta de comprometimento. O caso mais grave foi na luta principal do Mapaanoi já que o Riquelme teve um problema e foi substituído pelo Eric Lopes da Mamba Thai. Eles ficaram de pesar no dia da luta, mas vieram, não atenderam telefone, não apareceram ou responderam”.

Além de Eric Lopes, o treinador Jean Carlos da Mamba Thai deixou de trazer também o atletas Rogério Gomes, causando o cancelamento de duas lutas, sendo uma delas a principal do evento. Outra baixa foi mais uma vez o lutador da região Vinícius Monfredini, que repetiu o feito ocorrido no Super 8 da Feplam em 2017 (confira aqui).

Já o Vinicius Manfredini, pela terceira vez só no meu evento, novamente não lutou. Tentei dar uma oportunidade, depois de 2 abandonos em edições anteriores, sem contar o ocorrido no evento da Feplam e demais eventos, e ele deu mancada mais uma vez. Ele vem para pesagem e no dia seguinte não aparece para lutar. Aqui ele acabou de fechar todas as portas”.

Com o cancelamento da apresentação de Anderson Mapaanoi, João Bahia e Bruno Pudim foram promovidos à luta principal. Bahia subiu uma categoria e ganhou bem do lutador da CTC. Numa troca de socos, Pudim recebeu uma cotovelada de encontro e caiu. Após a contagem Bahia não veio para decidir tomando cuidado com os pesados socos de Pudim.

No quinto round Bahia conseguiu mais uma contagem. Ao chutar os braços de Pudim, o santista deu as costas acusando o golpe. Mesmo com duas contagens Pudim seguiu tentando acertar Bahia que não chutou mais e apenas girou garantindo a vitória por larga vantagem.

“Bahia é um garoto que vem evoluindo a cada luta, fez um lutão e saiu como vencedor e o Cyborg também fez uma boa luta vencendo o Luiz Favoreto.

Não sei se farei um próximo evento porque tomo muito prejuízo. É muito amadorismo no nosso meio e as pessoas não levam muito a sério. Eu gosto de evento, mas precisa haver mudança. Falei com alguns promotores e vamos nos unir perto de quem quer ver o esporte crescer” desabafa Erick Matos.

Financie o Yoksutai, Vire Caveira.
Inscreva-se em nosso YouTube e siga-nos no Instagram.

RESULTADOS COMPLETOS:

Fight For Honor 4
ão Paulo, 4 de novembro de 2018

MARIANA VENCEU NICOLLY ELLEN POR PONTOS
DOUGLAS SONSIN VENCEU ISMAEL DE JESUS POR PONTOS
JONATAS VENCEU GUSTAVO ALMEIDA  PONTOS
RODRIGO NAZARÉ VENCEU BARBOSA POR PONTOS
JOSÉ NALDO VENCEU WELLINGTON DOS REIS  POR TKO NO R2
VITOR SILVA VENCEU FELIPE COSTA POR  TKO NO R3
RICHARD HE MAN VENCE PAULO ANDRÉ POR TKO NO R3
DAVID VEIGA VENCE CRIS NAK 13 POR PONTOS
WESLEY NEGÃO VENCE LUCAS POR  TKO NO R1
RICARDO RICCO VENCE ALCIDES RIBEIRO POR TKO NO R4
CARLOS CYBORG VENCEU LUIZ HENRIQUE FAVORETO POR PONTOS
JOÃO BAHIA VENCEU BRUNO PUDIM  POR PONTOS

 

Por falta de comprometimento e respeito ao adversário, e ao evento, os atletas: Erick Lopes, Rogério Gomes da Equipe Mamba Thai/ treinador Jean Carlos Mamba.

E o atleta Vinícius Molfredini da equipe Impacto Fighter.

Não compareceram para honrar seus compromissos.

Leo Monteiro
Segue lá

Leo Monteiro

Escrevendo, fotografando, filmando, editando, promovendo e fazendo esse tal de muaythai chegar ao próximo nível.
Leo Monteiro
Segue lá
Vire Caveira

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *