Especiais Notícias

Ex-lutador brasileiro é encontrado morto na Tailândia

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/WrASQ

Caoa Quaresma foi encontrado morto hoje (11) por volta 10h30 da manhã – 19h30 na Tailândia – na ilha de Phuket na Tailândia. A proprietária do condomínio ficou sem notícia do goiano por três dias e chamou o vizinho para abrir a porta de seu apartamento.

Policiais realizaram a perícia local e levaram o corpo, que não apresentava sinais de violência, para o hospital Vachira para autópsia. Segundo os médicos, a morte foi causada por parada cardíaca há aproximadamente 48h por provável abuso de medicamentos.

Após treinar em Bangkok na Ingram Gym, mudou-se para a praia e treinou na Phuket Fight Club, academia que reúne diversos lutadores brasileiros. Fez uma luta, foi colaborador do Yoksutai e ultimamente contava com alguns clientes de preparação física.

Caoa estava morando na Tailândia há dois anos onde buscava se aprimorar como treinador de muaythai, mas apresentava sinais de depressão passando longos períodos trancado em seu apartamento.

Pouco mais de um ano atrás, o lutador canadense Matthew Richardson também foi encontrado morto em seu apartamento apresentando sinais de suicídio (leia aqui).

*Nota editorial
É com muito pesar que comunicamos a perda de um grande amigo, que colaborou com todos nós fundadores do Yoksutai, buscando divulgar e produzir notícias sobre muaythai.

Além do muaythai, Caoa conhecia de iluminação e produção do vídeo sendo muito útil quando chegou em 2016 à Tailândia. Apesar de opiniões fortes, foi um grande parceiro de conversas e discussões embasadas sobre diversos assuntos e, apesar da tristeza, nos colocamos à disposição da família para qualquer eventualidade.

Financie o Yoksutai, Vire Caveira.
Inscreva-se em nosso YouTube e siga-nos no Instagram.

 

Leo Monteiro
Segue lá

Leo Monteiro

Escrevendo, fotografando, filmando, editando, promovendo e fazendo esse tal de muaythai chegar ao próximo nível.
Leo Monteiro
Segue lá

Últimos posts por Leo Monteiro (exibir todos)

Vire Caveira

Comments

comments

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *