Menu fechado

Lobo vence Pakorn no Maximum em evento que entra para a história do muaythai brasileiro

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/R6kNs

Por: Nathália Viana

As palavras de Leandro Longo, líder da equipe King Thai e organizador do evento Maximum Muaythai, ecoaram no ginásio Mauro Pinheiro na noite de ontem trazendo uma promessa: de que o dia 02 de novembro entraria para a história do muaythai brasileiro. Se você estava lá ou acompanhou os embates pela TV ou internet, sabe que a promessa foi cumprida com louvor.

Se o undercard não impressionou tanto – apesar da luta entre Emerson Bolota e Raphael Dengue, após quatro rounds mornos, ter levantado a plateia com um quinto round que empolgou com as cotoveladas da tentativa de virada do atleta da Team Brave – a mega estrutura do evento fez o público se sentir em noite gala ao testemunhar o que, de fato, foi um dos maiores eventos de muaythai da história do Brasil até o momento.

A organização impecável do evento fez com que a enorme fila de entrada andasse rápido, e se a estrutura de iluminação, a voz do announcer Wender França, e a casa cheia lembraram as saudosos eventos da Feplam (que cobrava entrada simbólica de alimentos não perecíveis), os banheiros limpos, as várias opções de alimentação, os estandes de venda das marcas Maximum, Use Força Bruta e Yoksutai, além dos jogos que entreteram a galera nos intervalos, mostraram que a enorme estrutura do ginásio não foi escolhida à toa. E mesmo com ingressos normalmente considerados caros pelo típico expectador do muaythai, o evento lotou com quase quatro mil ingressos vendidos.

O discurso empolgante de Leandro Longo, em que assegurou que “o muaythai venceu e não vai parar por aí”, e a emocionante apresentação do maestro João Carlos Martins abriram o card principal da segunda edição do evento.

No primeiro embate, Ayslan Brajão superou Carlos Cyborg, que começou melhor e estava impondo sua força, mas após tomar muitos chutes na coxa, acabou derrotado por pontos.

Jean Felipe, que entrou de última hora substituindo o atleta Manoel Messias, superou Leandro Ogro ao mostrar uma ótima movimentação e enfrentar a mão dura de Ogro, que sofreu nocaute e machucou o joelho.

Em umas das melhores lutas da noite, Rose Amorim e Gabriela Ribeiro mostraram todo o potencial do muaythai feminino, e Rose, que claramente pagou o preço pelo baixo peso escolhido para a luta que teve pesagem no mesmo dia, não conseguiu impor seus chutes às duras mãos de Gabi e foi vencida por pontos.

Como já de praxe, Vanderlei Toquinho nocauteou novamente. Dessa vez, o forte Fex, da Coliseu Team, chegou ao terceiro round após conseguir colocar algumas mãos, mas não foi páreo para o jogo implacável de curta distância de Toquinho e caiu após um chute de esquerda que o levou à lona.

Saulo Sage começou se impondo no confronto com Francisco Mairon, mas após aplicar diversas quedas e impor sua forca, o atleta da Bravo não deu oportunidade para que Saulo encaixasse seu jogo e venceu por pontos.

Após o longo e já esperado intervalo que antecedeu a transmissão ao vivo das duas lutas internacionais no canal aberto da Band, o público finalmente testemunhou o que tanto esperava. Embora Prajanchai e Sprinter tenham economizado na violência, a luta foi divertida e exibiu para o público, que queria mais ver sangue do que técnica, uma luta com muitos chutes e nenhum cotovelo, que terminou em empate.

E se os tailandeses não levantaram tanto a plateia, a luta da noite fez o público se calar de tensão.

Após três anos sem lutar no país, Júlio Lobo retornou ao ringue brasileiro ovacionado. Em um embate que fez a torcida perder o ar e silenciou o ginásio durante os primeiros rounds, Lobo e Pakorn foram para a trocação franca, incendiando o público com sequências de chutes e uma chuva de cotovelos. Após cinco rounds eletrizantes, Lobo venceu a revanche, fechando essa noite histórica com vitória brasileira.

Veja abaixo os resultados completos do evento e acompanhem o Yoksutai no instagram

RESULTADOS OFICIAIS:

Maximum Muaythai
Ginásio Mauro Pinheiro, 02 de novembro de 2019

PRELIMINARES:
Matheus Varuzzi venceu Maicon Tobias por TKO no R5
Cauã Sidarta venceu Wesley Martins por pontos
Patrick Sardinha venceu Igor Souza por KO no R2
Lucas Dias venceu Vinícius Bento por TKO no R3
Rafael Nunes venceu Wesley Negão por pontos
Lucas Lima venceu Jose por TKO no R2
Marcos Vinicius venceu Bruno Guerreiro por TKO no R3
Raphael Dengue venceu Emerson Bolota por pontos

CARD PRINCIPAL
Ayslan Brajão venceu Carlos Cyborg por pontos
Jean Felipe venceu Leandro Ogro por TKO no R4
Gabi Ribeiro venceu Rose Amorim por pontos
Vanderlei Toquinho venceu Fernando Fex por TKO no R3
Francisco Mairon venceu Saulo Sage por pontos
Prajanchai empatou com Sprinter
Júlio Lobo venceu Pakorn PKSaenchai por pontos

Segue lá

Nathalia Viana

Analista financeira que conheceu o muaythai, e parece que já não liga mais para hematomas. Aqui ela conta um pouco das suas experiências, como mulher, e como praticante. Fale com ela no nathalia@yoksutai.com, ou no facebook aí do lado.
Nathalia Viana
Segue lá
Vire Caveira

Comments

comments

Post relacionado

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services