Menu fechado

Vencer é renúncia

Compartilhe o link dessa notícia: https://yoksutai.com/WWH85

Quem é atleta vai entender o que eu tô falando. Também vão entender, aqueles que não são atletas, mas acompanham diariamente quem escolheu ser. Ou quem as vezes nem escolheu, mas parece que a vida escolheu, sabe?

O fato é que atleta de muaythai passa por coisa que ninguém entende. Os médicos não entendem a desidratação pra chegar no peso; os amigos não entendem às sextas na academia ao invés do rolê; os pais não entendem porquê “escolher” tanto suor, lágrimas e renúncia ao invés de um trabalho “comum”. Na real, só você entende. Só você sabe o real MOTIVO de você continuar isso todos os dias. E tem dias que você nem sabe se quer mesmo, mas literalmente SÓ VAI treinar.

Mas, uma das coisas que NINGUÉM entende, é que o atleta que conseguiu chegar no ringue, já venceu batalhas enormes antes. Daquelas guerras sangrentas, sabe? Elas envolvem cansaço, fome, sede, psicológico abalado e muita, muita renúncia.

Com o passar dos rounds, um vai chegando mais próximo da vitória, enquanto o outro ainda está alguns passos atrás. Normal, mérito do adversário, né?

No final do dia, a vitória vem pra todos: para aqueles que venceram a luta por nocaute; para aqueles que foram nocauteados; para aqueles que chegam do treino à 1h da manhã e para aqueles que, mesmo com o aniversário surpresa daquele amigo, precisou – e escolheu – ir pro treino para ajudar na preparação dos colegas que vão lutar. No final do dia, só de dar a cara a soco – literalmente – você já venceu.

Por: Gabi Nascimento | @gabifotorp

Leo Monteiro
Segue lá
Vire Caveira

Comments

comments

Post relacionado

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services